Tirsense pede ajuda para pagar tratamentos médicos após sofrer aneurisma nos EUA

ATUALIDADE

Campanha de solidariedade a decorrer pretende cobrir os custos das intervenções de emergência a que Luís Miguel Cardoso foi sujeito em Nova Iorque, podendo ultrapassar os 150 mil euros. 

Luís Miguel Cardoso estava de férias na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos da América (EUA), quando inesperadamente sofreu um aneurisma cerebral que o obrigou a ser assistido de urgência, tendo que ser submetido a duas cirurgias para controlar a hemorragia. Esteve internado durante sete dias na Unidade de Cuidados Intensivos do Weill Cornell Medical Center. 

Agora, ao professor de Educação Física, figura conhecida da cidade de Santo Tirso, chega outro problema: os custos dos cuidados de saúde nos EUA. 

“Atendendo aos elevadíssimos custos associados à saúde nos Estados Unidos, é expectável que estes cuidados médicos ultrapassem os 150 mil euros”, pode ler-se numa publicação partilhada nas redes sociais com o objetivo de alertar a consciência social para a campanha de solidariedade e angariação de fundos para cobris os custos. “O seguro de viagem cobre apenas 30 000 euros, pelo que o restante deverá ser assegurado por mim, que sozinho não tenho possibilidades de suportar”. 

Em estado estável e em recuperação, Luís Cardoso ainda não teve autorização para regressar a Portugal, onde ainda terá de ser submetido a uma terceira cirurgia para a reconstrução do lado esquerdo do crânio. 

Nas redes sociais, a campanha pode ser acompanhada no instagram através da página help_luismiguel ou então no gofundme https://www.gofundme.com/f/financial-help-for-luis-miguels-medical-expenses

Para ajudar para utilizar o MBWay pelo número +351 915 520 160 ou realizar uma transferência para o IBAN PT50003507320005378990092

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

thirteen + 17 =