Asuil Dinis Linhares Carneiro (1944-2020)

ATUALIDADE

Faleceu Asuil Dinis Linhares Carneiro, primeiro presidente eleito da Câmara Municipal de Santo Tirso após a revolução de 25 de Abril de 1974.

Pouco tempo antes das primeiras eleições autárquicas livres e acabado de regressar de serviço militar em Moçambique, tinha sido vice-presidente da Comissão Administrativa que substituiu os órgãos camarários do regime anterior. Representava já o Partido Socialista, partido de que foi um dos dinamizadores no concelho e nessa primeira eleição democrática foi eleito enquanto seu cabeça de lista.

 Presidiu à câmara municipal de 27 de janeiro de 1977 a 16 de janeiro de 1980. Recandidatou-se para um segundo mandato mas nessa segunda eleição, o Partido Socialista perdeu a presidência da câmara para a AD e Asuil assumiu a função de vereador e teve a humildade de, nas eleições seguintes, mantendo o ânimo e atitude cívica que o caraterizavam, lutar pela vitória (conseguida) do seu partido mas com outro candidato a presidente (Joaquim Couto).

Foi presidente da Assembleia Municipal de 1986 a 1990 tendo feito, entretanto, uma carreira de gestor em empresa privada no município.

Na verdade, não voltou a assumir cargos públicos mas manteve-se interveniente e dedicado ao seu partido de sempre.

Asuil Dinis era licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra e em Teologia pelo Seminário do Porto e assumia de forma aberta a sua religiosidade, tendo sido colaborador dedicado de Monsenhor Celestino Ramos na paróquia de Santo Tirso. Na entrevista atrás referida declarou mesmo: “ sou católico e penso que a minha atividade política é consequência da minha formação religiosa”.

Outra faceta muito marcante da intervenção cívica de Asuil Dinis foi a sua dedicação à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso, os “vermelhos”, a cuja direção pertenceu durante 29 anos, 19 dos quais como presidente. Quando deixou de ser o presidente da direção passou a presidente da Assembleia Geral, cargo que exerceu até agora.

Enquanto presidente da direção da Associação Humanitária foi o principal dinamizador da construção do novo quartel dos bombeiros, uma obra que, por ter a assinatura do Arquiteto Siza Vieira, colocou em Santo Tirso uma outra referência da arquitetura nacional.  E é também uma homenagem ao carácter, à dedicação, à persistência e ao sentido cívico de Asuil Dinis Linhares Carneiro.

(editado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

twelve − seven =