Greve terminou. Regresso à normalidade será gradual

Sindicato dos motoristas de matérias perigosas e patrões chegaram a acordo para colocar ponto final na greve , esta manhã. Reposição da normalidade do abastecimento acontecerá durante os próximos dias.

O caos dos últimos dias parece ter chegado ao fim. O sindicato dos motoristas de matérias perigosas e a Antram (Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias) chegaram a um acordo durante a madrugada de hoje após negociações que envolveram o Ministério do Trabalho.

Segundo o jornal “Público”, o acordo alcançado para colocar término à greve que parou o país ainda não é uma acordo definitivo e “não se traduz numa solução imediata” estando prevista uma primeira ronda negocial para o dia 29 de abril. No protocolo assinado, as partes comprometem-se a negociar colectivamente um acordo até dia 31 de Dezembro deste ano.

Quanto à normalidade do abastecimento de combustíveis, o Governo, pela voz do Ministro Pedro Nuno Santos, informa que “estão reunidas todas as condições para que a normalidade seja reposta”, mas que isso acontecerá gradualmente ao longo dos próximos dias já que se “registam situações de rutura em vários postos de abastecimento.”

Antes do acordo estabelecido esta madrugada, o Governo anunciou que iria recorrer à Rede de Emergência de Postos de Abastecimento que alargaria os serviços mínimos a todo o país, limitando o abastecimento a 15 litros. No concelho de Santo Tirso, esta rede criada em 2001 incluiria os postos do Jumbo, na cidade, e a Repsol em São Tomé de Negrelos à face da EN-105.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.