Segurança Social dá ‘luz verde’ ao Infantário de Vila das Aves

Protocolo com a Associação de Moradores do Complexo Habitacional de Ringe está firmado e prevê um investimento de 200 mil euros, comparticipado a 80%. Projeto prevê receber cerca de 50 crianças em creche/berçário.

A luz ao fundo do túnel. A segurança social deu parecer positivo à abertura do Infantário de Vila das Aves sob gestão da Associação de Moradores do Complexo Habitacional de Ringe (AMCHR). O novo infantário irá ocupar as instalações do antigo AIVA, sendo que o projeto aprovado pelo Estado prevê um investimento que rondará os 200 mil euros, comparticipado a 80%, na requalificação do espaço.

Na tarde de hoje, os presidentes da AMCHR, André Sampaio e da junta de freguesia, Joaquim Faria, visitaram o local onde, em declarações ao Entre Margens realçaram a importância deste passo para que de uma vez por todas a vila volte a ter este serviço.

“O projeto que apresentamos contempla todos os aspetos, desde recursos humanos à empreitada de requalificação do espaço”, adiantou André Sampaio. “É um momento muito importante porque é uma necessidade iminente.”

Já Joaquim Faria, que fez da reabertura do infantário o seu grande trunfo de campanha eleitoral em 2017, vê agora uma promessa que fez aos avenses cumprida. Talvez a sua maior promessa. “Eu não diria que é uma vitória, porque demorou mais tempo do que tinha pensado, mas é claro que é gratificante e fico com o coração cheio por ver este projeto tão necessário para a população de Vila das Aves avançar.”

Fique a conhecer mais detalhes sobre o processo na próxima edição do Entre Margens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.