Câmara mantém tarifário do lixo para 2021

Pelo terceiro ano consecutivo a tarifa no escalão médio mantém-se inalterada depois da descida de 7,7% de 2019.

O executivo municipal aprovou na reunião de Câmara, desta segunda-feira, o tarifário de resíduos urbanos para 2021, mantendo as tarifas praticadas desde 2019 no município. Estabelecido em função dos consumos de água, o tarifário aprovado em 2019 representa uma redução no preço do lixo de dois por cento para consumidores até 15 metros cúbicos abrangidos pela rede pública de água, e de 10 por cento para os consumidores com cinco metros cúbicos beneficiários do serviço de recolha domiciliária, nomeadamente na cidade de Santo Tirso e na freguesia de Vila das Aves.

Assim, um consumidor médio com recolha domiciliária vai voltar a pagar em 2021 uma fatura de 7,66 euros por mês, em vez dos 8,30 euros que suportava antes de 2019. Por sua vez, o consumidor médio beneficiário da recolha coletiva, ou seja, fora de Santo Tirso e de Vila das Aves, vai pagar 6,16 euros por mês, em vez de 6,50 euros.

Alberto Costa acrescentou que “também os agregados familiares mais desfavorecidos, abrangidos pelas tarifas sociais, não vão ter qualquer agravamento na fatura, mantendo-se a redução de 80 por cento, ou seja, de 6,30 euros para 1,26 euros por mês”.

Já no caso dos consumidores não domésticos, manter o tarifário de 2019 significa uma redução de 34 por cento para um escalão de 240 litros por mês de produção de resíduos urbanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.