Dia Municipal do Bombeiro com reivindicações para segunda EIP nas corporações do concelho

Indicação da Autoridade Nacional de Proteção Civil e da Liga dos Bombeiros levou as corporações do concelho a aproveitarem o dia de festa para abrirem o processo de diálogo com a câmara que possibilite a criação de uma segunda EIP em cada uma das três instituições. Autarquia está aberta ao diálogo e pretende reunir com as associações humanitárias ainda esta semana. Custo poderá acrescer a 98 mil euros anuais aos cofres municipais.

Dia de festa e homenagem aos bombeiros do município de Santo Tirso. Além da atribuição de medalhas de mérito aos elementos das corporações, a edição 2021 do Dia Municipal do Bombeiro, realizado separadamente entre os três quartéis devido às restrições pandémicas, ficou marcado pela reivindicação das associações humanitárias para a criação de uma segunda Equipa de Intervenção Permanente (EIP) nas três instituições. Isto significa passar das atuais três EIP para seis.

A posição não foi concertada entre o trio de corporações e foi motivada pela indicação da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) e da Liga dos Bombeiros que torna possível esta solução.

Alberto Costa, presidente da câmara municipal de Santo Tirso, abriu a porta ao diálogo, mesmo tendo sido apanhado de surpresa pela reivindicação, sublinhando que enquanto estiver à frente dos destinos da câmara, estará sempre aberta ao diálogo.

“Estamos a falar de um acréscimo no orçamento municipal de 98 mil euros por ano”, explicou o autarca. “Já estabeleci diálogo com a ANPC e portanto espero reunir com eles durante a semana, obtendo toda a informação possível.”

“As EIP foram criadas especificamente para socorro: seja pré-hospitalar, seja incêndio. E não é para fazer outro tipo de serviços que não sejam socorro. O que queremos, tal como o nome indica, é que estejam cá em permanência para fazer face às chamadas de socorro a qualquer altura”, acrescentou.

Contudo, Alberto Costa deixou um recado para o Governo central sobre o financiamento das corporações de bombeiros. “É preciso que rapidamente o Governo financie devidamente os bombeiros, porque não podem empurrar constantemente as responsabilidades para cima das câmaras.”

O presidente da câmara saudou ainda o “trabalho excecional de todos os bombeiros do concelho” neste dia que lhes é dedicado. As festividades do Dia Municipal do Bombeiro terminaram com a tomada de posse do novo 2ª Comandante dos Bombeiros Voluntários Tirsenses, organizadores do evento este ano. Tiago Miranda assumiu o cargo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.