Detido por violência doméstica em Santo Tirso

Homem de 44 anos foi detido devido a ameaças e perseguição à vítima, ex-companheira durante 19 anos. Busca domiciliária permitiu apreender uma arma de fogo de calibre 6,35mm, um silenciador, duas armas elétricas e munições.

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas do Porto, ontem, dia 18 de dezembro, deteve um homem com 44 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Santo Tirso.

Na sequência de um processo crime por violência doméstica, a GNR apurou que o suspeito viveu com a vítima, sua ex-companheira, de 42 anos, durante 19 anos. Durante o relacionamento, o suspeito dirigia injúrias e maus tratos psicológicos à vitima, o que originou a separação. O suspeito não concordando com o fim do relacionamento, passou a dirigir ameaças de morte à vítima bem como aos seus familiares, fazendo referências a armas de fogo que teria na sua posse, sendo que, nos últimos dias, o agressor moveu uma perseguição à vítima e, junto da residência da mesma, ameaçou-a, fazendo com que agora viva num clima de medo constante.

Perante os factos, foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária, onde foi possível apreender uma arma de fogo de calibre 6,35mm, um silenciador, duas armas elétricas e 26 munições.

O detido foi presente a 1º interrogatório judicial, ontem, dia 18 de dezembro, ao Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de afastamento e proibição de contacto por qualquer meio com a vítima e demais familiares bem como apresentações quinzenais no posto policial da área de residência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.