Santo Tirso vai receber unidade de produção do grupo Airbus

Investimento ronda os 40 milhões de euros e será instalado na zona industrial da Ermida, criando 240 postos de trabalho.

A industria aeronáutica chega a Santo Tirso com o anuncio feito pelo Governo que a “Stelia Aerospace”, empresa do grupo Airbus irá abrir uma nova linha de montagem em Santo Tirso.

“A decisão de investimento da Stelia Aerospace no nosso País é confirmação inequívoca da elevada competitividade que o cluster aeronáutico nacional já atingiu. Este investimento, num setor de elevado potencial, contribuirá certamente para o aprofundamento de parcerias industriais, mas induzirá também a cooperação ao nível da investigação e desenvolvimento, essenciais para dar resposta aos novos desafios que o futuro do sector aeronáutico nos apresenta”, refere o primeiro-ministro, António Costa, em comunicado.

Dos 240 postos de trabalho que vão ser criados, 30 serão altamente qualificados, nota a AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo Em Portugal), que lembra que Portugal “foi escolhido por várias razões, nomeadamente, a sua relevante experiência no sector aeronáutico, a disponibilidade de talento, a integração na Zona Euro e a proximidade geográfica com as localizações francesas da Stelia Aerospace, permitindo uma otimização dos fluxos logísticos”.

“A criação desta nova unidade faz parte integral da estratégia de otimização industrial que implementamos na criação da Stelia Aerospace em 2015, para aumentar o desempenho e desenvolver a competitividade global da empresa. Isso também permitirá absorver potenciais aumentos de atividade dos nossos clientes, e assim enfrentar melhor os desafios de amanhã, num mundo cada vez mais competitivo”, assinala Cédric Gautier, CEO da empresa.

À margem da visita à empresa têxtil Lantal durante a manhã, Alberto Costa, autarca tirsense, numa primeira reação à notícia, mostrou-se extremamente satisfeito, afirmando que “hoje era uma grande dia para Santo Tirso.”

A nova unidade de produção da Stelia Aerospace vai instalar-se na zona industrial da Ermida e terá como horizonte de abertura o ano de 2021, uma vez que as obras estão previstas durar um ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.