Detido por violência doméstica em Vila das Aves

Homem de 43 anos tinha antecedentes criminais perseguia e ameaçava de morte a vítima após o pedido de divórcio, incluindo o local de trabalho e redes sociais. Ficou impedido pelo tribunal de contactar a vítima por qualquer meio.

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas do Porto deteve, ontem, dia 23 de outubro, um homem com 43 anos, pelo crime de violência doméstica, em Vila das Aves, segundo nota informativa da GNR.

Na sequência de um processo crime por violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito estava casado há 20 anos com a vítima, uma mulher de 40 anos e, não conformado com o pedido de divórcio, passou os últimos meses a efetuar perseguições à mesma. Movido por ciúmes obsessivos, passou a fazer ameaças de morte e a criar perfis falsos nas redes sociais com teores de ameaças e difamações relativas à vítima, chegando a procurá-la junto ao seu local de trabalho.

Pelos factos apresentados, o suspeito, com antecedentes criminais por condução de veículo em estado de embriaguez, foi detido e presente a primeiro interrogatório judicial, ontem, dia 23 de outubro, no Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de afastamento da residência, do local de trabalho e proibição de contacto por qualquer meio com a vítima.