Seleção futsal Síndrome Down regressa do Brasil com 5º lugar

Campeonato do mundo disputado em Ribeirão Preto coroou a formação anfitriã como campeã. Equipas das quinas, campeã da europa, terminou na quinta posição.

Um sorteio infeliz condicionou um resultado final que acabou por ser meritório. A seleção nacional de Futsal Síndrome de Down teve o infortúnio que ficar no grupo com aquelas que eram duas das favoritas à conquista do troféu, o Brasil e a Argentina, o que dificultou o percurso de chegada às fases decisivas da prova.

A participar na segunda edição do campeonato do mundo da modalidade, depois da estreia em 2017 em Viseu, a seleção portuguesa iniciou a prova com um empate a uma bola diante do Chile. Os lusos até marcaram primeiro, mas o desacerto na finalização deixou a oportunidade para os sul-americanos igualarem o marcador.

Se o empate com o Chile não ajudava às aspirações, também não deitava tudo a perder, contudo a seleção nacional viu-se afastada das grandes decisões com as derrotas perante o Brasil e a Argentina. Frente à albiceleste, Portugal saiu derrotado por 4-2. Já com os Brasil o resultado final fixou-se nos 8-5.

Relegada para aluta pelo quinto lugar, a formação das quinas não baixou os braços e bateu o Peru por 7-3 após uma enorme segunda parte, já que a partida foi para o intervalo empatada a três.

A fechar a competição, no jogo de atribuição do quinto lugar, Portugal bateu o Chile por 9-2 com assinados por Daniel Maia (4), Nélson Silva (2), César Morais, Ricardo Pires e Hélder Ornelas.

Para o selecionador nacional, Pedro Silva, a equipa portuguesa foi “com a expectativa de arrecadar um lugar no pódio. Contudo, integramos o grupo do Brasil e Argentina, que têm um campo de recrutamento de jogadores muito alargado. Comprovaram em competição que são, na atualidade, as seleções que se encontram num patamar competitivo superior.”

“Alcançamos um honroso e dignificante 5º lugar”, rematou o técnico. Na final, o Brasil bateu a Argentina por 7-5, sagrando-se campeã do mundo e sucedendo à Itália que completou o pódio depois de bater o México por 3-1. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *