José Mota: “Este jogo vale mais do que 3 pontos”

Em conferência de imprensa de antevisão da partida frente ao Feirense, o treinador do Aves destacou a importância da partida para as ambições do clube e falou do mercado de inverno.

Um José Mota ambicioso e ciente da importância de jogo de amanhã frente ao Feirense. Na habitual antevisão da jornada, o treinador avense classificou o seu adversário como “uma equipa aguerrida e determinada” que “trabalha muito”, preparando os seus jogadores para um jogo que prevê difícil e de importância acima da média.

“Estes jogos, frente a adversários diretos na luta pela manutenção valem mais do que 3 pontos e uma vitória pode dar muito à equipa em termos morais e anímicos para o restante campeonato”, assinalou.

Com um calendário muito preenchido, quer no mês de dezembro, quer no início do novo ano, José Mota diz que “o foco tem que estar no campeonato” e nem sequer quer ouvir falar da eliminatória da Taça de Portugal que se joga na Quarta-feira. “Sabemos que viemos de um ciclo de jogos muito complicado, mas o importante é focar no campeonato em especial contra adversários diretos”, assegurou.

Questionado sobre o mercado de transferências, especificamente sobre as saídas de Nildo Petrolina e Issam El-Adoua, José Mota diz que, enquanto treinador, “obviamente tem pena” de ver dois jogadores fundamentais saírem, mas que o futebol é assim mesmo. “Atualmente no mercado tudo pode acontecer e os treinadores são impotentes quanto a isso”.

O seu trabalho, diz, “é arranjar soluções” e não descarta a hipótese de chamar jogadores que atuam no plantel sub-23.

Quanto às notícias que dão conta da impossibilidade do clube inscrever jogadores, Mota afirma que esta é uma situação normal em clubes desta dimensão. “Sabemos que acontece e não é a primeira vez. As dificuldades existem, temos que ter paciência e perceber que as coisas vão ser resolvidas”, asseverou.

O CD Aves recebe amanhã no seu estádio, pelas 19 horas, o Feirense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.