Rodrigo Leão e um fim de semana de festa no 2º aniversário do MIEC

As comemorações do segundo aniversário da sede do Museu Internacional de Escultura Contemporânea (MIEC) arrancam dia 18 de maio, com um programa para todas as idades que inclui oficinas temáticas, conferências, visitas ao edifício projetado pelos arquitetos Álvaro Siza Vieira e Eduardo Souto de Moura. Rodrigo Leão atua a 20 de Maio pelas 21h30 no Largo Abade Pedrosa, com entrada gratuita.
Assinalando, simultaneamente, o Dia Internacional dos Museus e a Noite dos Museus, a iniciativa convida a vivenciar a arte, nas suas mais variadas formas, materializada naquela que é uma das maiores atrações turísticas do Município de Santo Tirso.

A festa começa no dia 18, com o espetáculo infanto-juvenil “Catabrisa”, destinado a maiores de quatro anos. Com sessões pelas 14h30 e pelas 16h00, a peça de teatro conta a história de um menino que vive as aventuras da curiosidade e descoberta, baseado no livro “Catavento (Eterogémeas)”, onde há um apelo aos sentidos de cada um. O espetáculo repete-se no dia 19, com sessões pelas 15h00 e 17h00, sempre com entrada gratuita.

Ainda no dia 18, decorre a conferência “Arte e Imagem”, de Fernando José Pereira, pelas 18h30.

No dia 19, um dos momentos com maior impacto será o miniconcerto “Uma Escultura para Santo Tirso” de Pedro Cabrita Reis, com performance audiovisual composta por vários fragmentos musicais, que vão sendo expostos por ordens cronológicas imaginárias, numa narrativa que é construída pelas diversas associações individuais que são feitas pelo publico.

Durante todos os dias de comemoração, há ainda várias oficinas lúdico-pedagógicas, direcionadas à comunidade infanto-juvenil, onde os mais novos poderão fazer as suas próprias esculturas ou pintar uma pequena obra de arte.

O concerto de Rodrigo Leão é, ainda, um dos grandes destaques do programa de comemorações do Museu Internacional de Escultura Contemporânea, a ter lugar no dia 20, pelas 21h30, no Largo Abade Pedrosa. O músico, que conta já com 25 anos de uma notável carreira a solo, reconhecida além-fronteiras, apresenta uma versão revista e atualizada do espetáculo “Os Portugueses”, que olha para o seu trajeto a partir da língua portuguesa, numa escolha de composições de Rodrigo Leão cantadas em português, que se tornaram alguns dos seus temas mais amados, a par de clássicos instrumentais que sublinham a indefinível portugalidade na sua inspiração melódica.

As comemorações terminam no dia 21, com oficinas lúdico-pedagógicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.