25 Anos de Festival Internacional de Guitarra em Santo Tirso

Festival Internacional de Guitarra celebra um quarto de século de existência numa edição que para além da música clássica e das novas expressões, se abre ao fado. Ciclo arranca hoje e, até 2 de junho, vai transformar Santo Tirso na capital da guitarra e trazer a Portugal os grandes mestres vindos de um pouco por todo o mundo.

A abrir esta 25ª edição há um concerto muito especial. Da mundialmente famosa escola cubana da guitarra clássica, Alfredo Panebianco traz consigo uma composição dedicada em exclusivo à cidade de Santo Tirso e ao Festival Internacional de Guitarra. Com estreia mundial a 11 de maio, Panebianco vai partilhar o palco com a guitarrista Vania Del Monaco e a Orquestra ARTAVE, no auditório Padre António Vieira.

A guitarra clássica estará ainda em destaque nos concertos do italiano Lorenzo Micheli, dia 18 de maio, na capela da Escola Agrícola e do polaco Lukasz Kuropaczewski, que terá lugar a 26 de maio, na Biblioteca Municipal.

Mas há muito mais nesta 25ª edição do Festival Internacional de Guitarra. O espanhol José Carlos Gómez propõe-nos um retorno às origens da guitarra flamenca, paredes meias com a vanguarda, para descobrir dia 19 de maio, na Quinta de Fora.

Dos EUA chega-nos, uma semana depois, Trevor Gordon Hall que, na sua busca por novos sons, colaborou com vários construtores para dar novas possibilidades à guitarra acústica. O resultado, ouve-se no Centro Cultural Municipal de Vila das Aves a 25 de maio.

No primeiro dia de junho, o festival despede-se ao som de Diego Jascalevich Trio, que se apresenta com uma intensa, emocionante e virtuosa união musical feita entre os sons da Argentina e do Brasil. Já no dia dois, a despedida oficial faz-se com aquele que é hoje considerado, dentro e fora de portas, como um dos maiores valores do fado: Ricardo Ribeiro. Ambos os concertos têm lugar no auditório Eurico de Melo.

“Este é um programa de grande qualidade e bastante diversificado. Temos, naturalmente, muita guitarra clássica, mas temos também outras expressões como flamengo e fado que, estou certo, de que serão apostas de grande sucesso. E é uma enorme honra ter um músico com a qualidade e de Alfredo Panebianco a trazer uma composição dedicada à cidade e a estes 25 anos do Festival Internacional de Guitarra”, refere Joaquim Couto, presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso.

O Festival Internacional de Guitarra é organizado pela Câmara Municipal de Santo Tirso em parceria com a Escola Profissional e Artística do Vale do Ave (Artave) e o Centro Cultural Musical (CCM). Os bilhetes para os concertos têm o preço de 7,5 euros, 10 euros para o concerto de Ricardo Ribeiro e podem ser adquiridos na Artave e nas FNACs de Santa Catarina e do Norteshopping. Toda a informação sobre o Festival Internacional de Guitarra pode ser consultada em www.festivaldeguitarra.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.